Studio Ghibli: Emoções em formas de anime


Adoraria ir a esse museu

Na verdade fiquei pensando se começaria esse texto falando mal da Disney, ou fazendo uma brincadeira sobre ela. Mas desisti quando me lembrei que se tratava de um Studio com uma história tão rica.

Muitas pessoas da maior obra de Walt Disney e vários de seus “produtos”. Eu também gosto, mas mais de algumas histórias com bons temas (como, em minha opinião, “O Rei Leão”, “Procurando Nemo”, “Valente” ou “Monstros S.A.”) ainda mais. Pois quando nos emocionamos.
Isso sempre ocorre comigo em obras de Hayao Miyazaki.

Em 1983, a Tokuma Shoten, decidiu produzir o movie de Nausicaa do Vale dos Ventos. Essa é a obra de Miyazaki que lhe fez surgir para o mundo, com uma linda temática ecológica – tema recorrente em  algumas de suas obras. Foi contratado o estúdio Topcraft para a produção que contava com nomes poderosos como Hideaki Anno, criador de Neon Genesis Evangelion e Nadia. Após o termino do movie, houve a intenção e criar um estúdio próprio, que contaria com aqueles que ajudaram com a criação da película de Nausicaa. Seu nome seria Ghibli.
Esse nome era usado pelos pilotos italianos durante a Segunda Guerra Mundial para se referir aos ventos quentes do deserto do Saara (lembrando que uma das obras do estúdio, Porco Rosso, se situa mais ou menos depois desse período da história).
O autor de tantas histórias, tinha como política principal o seguinte:


“Faça um filme. Se ele for bem sucedido faça outro. Se ele fracassar é o fim.”

Personagens principais das obras de Miyazaki
 Entre as obras do estúdio temos:

·         Kase no Tani no Nausicaa (Nausicaa do Vale dos Ventos)
·         Tenkuu no Shiro Laputa (Laputa, o Castelo dos Céus)
·         Tonari no Totoro (Meu Vizinho Totoro)
·         Hotaru no Haka (Túmulo dos Vagalumes)
·         Majo no Takkyubin (Serviço de Entregas da Kiki)
·         Omohide Poro Poro (Ainda Ontem)
·         Kurenai no Buta (Porco Rosso)
·         Umi  ga Kikoeru (As Ondas do Oceano)
·         Heisei Tanuki Gassen Pom Poko (Pom Poko)
·         Miwi wo Sumaseba (Sussurros do Coração)
·         On Your Mark – videoclipe
·         Mononoke Hime (Princesa Mononoke)
·         Houkokekyo Tonari no Yamada-kun (Meus Vizinhos os Yamadas)
·         Sen to Chihiro no Kamikakushi (A Viagem de Chihiro)
·         O Castelo Encantado

Mas existem mais alguns que minha pequena memória não comporta.

Como foi dito em 1995 por um dos diretores do estúdio era produzir animação “realista e de alta qualidade, que alcance as profundezas da mente humana, e que mostre as alegrias e tristezas com elas realmente são”. Para que isso se tornasse realidade, sempre investiram pesado em cada obra produzida, de forma que tanto a qualidade visual e de história fosse à melhor possível. Por isso, sempre gostei das obras desse estúdio, ao qual seu símbolo é um Totoro. Não sabe o que é isso? Veja o filme rapaz! E se emocione…

Para os desavisados… Esse bicho é um Totoro!





Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s